| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Divulgação de sites e eventos
Desde: 27/01/2009      Publicadas: 205      Atualização: 14/09/2017

Capa |  Ciências  |  Curiosidades  |  Direito e deveres  |  Esportes  |  Fatos marcantes  |  Leitura  |  Moral e ética  |  Mundo invisível  |  Natureza  |  Nota do autor  |  POESIA  |  Polêmico  |  Reflexão


 Curiosidades

  24/04/2017
  0 comentário(s)


Baleia Azul

Baleias-azuis são balenopterídeos, uma família que inclui as baleias-jubarte, as baleias-comuns, as baleias-de-bryde, as baleias-sei e as baleias-de-minke.[11] Acredita-se que a família Balaenopteridae tenha divergido das outras famílias da subordem Mysticeti durante a metade do Oligoceno. Não se tem conhecimento de quando os membros destas famílias divergiram uns dos outros.
A baleia-azul é classificada usualmente como uma de oito espécies do gênero Balaenoptera; uma autoridade a atribui a um gênero monotípico, o Sibbaldus[12], contudo esta atribuicão não é reconhecida.[13] Análises usando sequenciamento de DNA indicam que as baleias-azuis são filogeneticamente mais próximas às baleias-sei (Balaenoptera borealis) e às baleias-de-bryde (Balaenoptera brydei) do que às outras espécies de balenopterídeos, sendo também mais próximas às baleias-jubarte (Megaptera) e às baleias-cinzentas (Eschrichtius) do que às baleias-de-minke (Balaenoptera acutorostrata e Balaenoptera bonaerensis).[14][15] Caso mais pesquisas confirmem estas descobertas, os balenopterídeos precisarão ser reclassificados.
Pelo menos onze casos de indivíduos adultos híbridos entre baleias-azuis e baleias-comuns foram documentados na natureza. Arnason e Gullberg afirmam que a proximidade genética das baleias-azuis e das comuns é equivalente à existente entre os humanos e os gorilas.[16] Pesquisadores que estavam trabalhando na região das ilhas Fiji acreditam ter fotografado um exemplar híbrido de baleia-jubarte e baleia-azul.[17]
A primeira publicação descrevendo a baleia-azul encontra-se na obra Phalainologia Nova (1694), de Robert Sibbald. Sibbald encontrou uma baleia-azul encalhada no Estuário de Forth, na Escócia, em setembro de 1692. Era um macho de 23,78 m de comprimento, que tinha "placas pretas e com chifres" e "duas grandes aberturas, cuja forma assemelhava-se à de uma pirâmide".[18]
O sufixo musculus vem do Latim e significa "músculo", mas também pode ser interpretado como "camundongo pequeno".[19] Carlos Lineu, que batizou a espécie em sua obra Systema Naturae, de 1758,[20] estaria ciente disso ao usar este duplo sentido da palavra como uma ironia.[21] Herman Melville chamava esta espécie de sulphur-bottom (ventre de enxofre, numa tradução livre do inglês) nos capítulos dedicados à descrição dos cetáceos presentes em sua obra-prima, Moby Dick, devido à tonalidade alaranjado-marrom ou amarela das camadas de diatomáceas presentes na pele de seu ventre. Outros nomes comuns utilizados no passado para as baleias-azuis incluem rorqual-de-sibbald (após Sibbald, o primeiro a descrever a espécie), grande-baleia-azul e grande-rorqual-do-norte. Atualmente, esses nomes não são mais utilizados. O primeiro uso do termo baleia-azul está registrado em Moby Dick, de Herman Melville. Contudo, a menção em Moby Dick é passageira e não está relacionada especificamente a esta espécie. Na realidade, o nome provém do norueguês blåhval, cunhado por Svend Foyn após este ter aperfeiçoado o lançador de arpões; em 1874, o cientista norueguês Georg Ossian Sars adotou-o como o nome vulgar da espécie em norueguês,[18] que posteriormente foi traduzido para o português como baleia-azul.[carece de fontes]
Não confundir com o jogo Baleia Azul que é algo a ser observado pelas autoridades de cada país. Trata-se de um jogo altamente perigoso e proibido.

CPI dos Maus Tratos Infantis vai investigar jogo ‘Baleia Azul’, diz Magno Malta

 

24/04/2017, 09h38

 

Autor do pedido de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus Tratos Infantis, o senador Magno Malta (PR-ES) afirmou que um dos focos da investigação será o jogo virtual “Baleia Azul”. Em entrevista à Rádio Senado, ele adiantou que pretende convidar representantes da Embaixada da Rússia, já que o jogo teve origem naquele país. O alvo principal do “Baleia Azul” seriam crianças e adolescentes. Um monitor on-line propõe aos jogadores 50 desafios, que incluem automutilação e suicídio. Ouça a entrevista à jornalista Hérica Christian:

http://www12.senado.leg.br/noticias/audios/2017/04/cpi-dos-maus-tratos-infantis-vai-investigar-jogo-baleia-azul-diz-magno-malta

 
 
00:0004:29

 

Opções: Download http://www12.senado.leg.br/noticias/audios/2017/04/cpi-dos-maus-tratos-infantis-vai-investigar-jogo-baleia-azul-diz-magno-malta



  Mais notícias da seção Internacional no caderno Curiosidades
02/08/2012 - Internacional - Esclarecimentos osbre o evento E.L.F.O.
Empreendedores, líderes & Formadores de Opinião...
28/02/2012 - Internacional - Shopping Center duque de Caxias
O segundo shopping inaugurado no Brasil fica em Duque de Caxias -RJ...



Capa |  Ciências  |  Curiosidades  |  Direito e deveres  |  Esportes  |  Fatos marcantes  |  Leitura  |  Moral e ética  |  Mundo invisível  |  Natureza  |  Nota do autor  |  POESIA  |  Polêmico  |  Reflexão
Busca em

  
205 Notícias